segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Vou me embora para livranda

Vou me embora para livranda,
Pois lá, as poesias sãos livres.
Vou me embora para livranda,
Pois lá, os versos são meus.

Vou me embora para livranda,
Pois lá, sou um rei.
Vou me embora para livranda,
Pois lá, não sofrerei.

Vou me embora para livranda,
Pois lá, alguém já me espera.
Vou me embora para livranda,
Pois lá, não tem nenhuma fera.

Vou me embora para livranda,
Pois lá, sim serei feliz.
Vou me embora para livranda,
Pois lá, criarei raiz.

Vou me embora para livranda,
Pois lá, não terá toda essa lambança.
Vou me embora para livranda,
Pois lá, daqui não terei lembrança.

Vou me embora para livranda,
Pois lá, em paz viverei.
Vou me embora para livranda,
Pois lá, a vida rimarei.


Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.