segunda-feira, 16 de abril de 2018

A noite – 3


A noite,
O meu sentimento é vivo.
E longínquo,
Como as estrelas no céu.

A noite,
O meu amor vira verso.
Guardado,
Numa folha de papel.

A noite,
O meu pranto tem eco.
Derramado,
No luar com o seu véu.

A noite,
A minha dor é só ruído.
Na escala,
Deu um sonho que foi meu.

A noite,
O frio é um grande tormento.
Alimentando,
A solidão que aqui me é cruel.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.