sábado, 7 de agosto de 2010

Utopia Poética

Libertem-se ame deseje viva
Solte sua alma se apaixone
Liberte seu sonho
Siga seu coração
De asas para suas loucuras
De um tempo para você
Sinta a leveza das fórmas
Abra a sua porta e voe
Destranque sua gaiola
Sinta você na força do vento
Se revire do avesso
Assume para si mesmo o brilho das estralas
Grite sussurre berre faça vale apena
Banhe no véu lunar sob nu celeste
E tenha orgasmo na imensidão do amar
Improvise crie e viva seu momento na vida
E faça desta loucura de vida uma grande utopia
Liberte dentro de você a grande magia poética.

Autor: Joabe Tavares de Souza. Data:/07/08/2010/ ás /19:47/hms.