segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Falar da minha infância

Falar da minha infância,
É viajar no tempo.
É reviver histórias,
Momentos após momentos.

É fechar os meus olhos,
E me entregar às lembranças.
Das aventuras de pequeno,
Nos meus sonhos de crianças.

Falar da minha infância,
É também re-viver as dores.
Das perdas sofridas,
E dos meus desamores.

É trazer para o presente,
Os meus desejos de outrora.
E assim num instante,
Re-elaborar minha memória.

Falar da minha infância,
É me revirar por dentro.
Transformando os amores,
Em estrofes de poemas.

Fazendo valer apena,
Em cada frase escrita.
Querendo ao mundo dizer,
Que vale apena amar sem medo.

Falar da minha infância,
É construir um novo caminho.
É tentar ao menos mostrar,
Que não adianta viver escondido.

Por isso tento nas rimas,
Dar som aos meus gritos.
Desabafando minhas angustias,
Nas singelas linhas dos meus versos.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.