quarta-feira, 7 de novembro de 2012

O amor



Queria tanto você pra mim
Sentir seu cheiro
Dominando-me assim

Tendo como único presente
Os seus carinhos
No abraçar deste meu corpo carente

É... O amor não me entende
Me deixa sozinho
Sabendo que estou carente

Ah amor demente que doma nossos querer
Que me faz te desejar
Para um dia quem sabe eu possa te ter

Este amor enlouquente
Que já queima
E arde dentro da gente

Este amor louco e ardente
Que marca
A história de dois amantes

Se alguém amar, que ame verdadeiramente
Mas se mesmo assim você sofrer
Não sofra, não perca a postura vá em frente

Que vive um sonho mesmo distante
Que será este sonho real?
Deixe a cargo do tempo gentilmente

Não temos neste momento respostas urgente
Só o querer viver-lo
E esperança de sermos felizes eternamente

Mas sou teimoso e insistente
Mesmo sofrendo
Vou seguindo em frente

Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.