segunda-feira, 13 de maio de 2013

Indecisões

Caminho sem direção,
Sonhos desninhados.
Lágrimas quebradas,
Beijos perdidos.

Meu caminho são as estrelas,
Minha direção, a mesma do mar.
Minhas lágrimas são apagadas,
Meus beijos, não querem calar.

Amores incertos,
Desejos reprimidos.
Sonhos esquecidos,
Sexos gelados.

Não sei onde se encontra mais o amor,
Já não sinto o mesmo sabor do desejo.
Ficaram nos braços da dor os meus sonhos,
As emoções pela desconfiança virara sexo.

As insatisfações trouxera as duvidas,
Arrebatando do coração a calma.
Entregando ao sofrimento a alma,
Chorando as causas das indecisões.

Calo-me diante das minhas raivas,
Silencio em mim o meu rancor.
Aquieto-me antes que me atrapalha,
Disfarço no tempo o meu desamor

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.