sábado, 24 de agosto de 2013

Saudade



Hoje me lembrei das coisas belas,
Que a vida tem me proporcionado.
Os lindos momentos os doces sorrisos,
Os emocionantes gritos as gostosas gargalhas.

Então cerrei os meus olhos,
E mentalizei um perfumado jardim.
Fui arrebatado por aquele colorido,
Levado a lembrar de você olhando pra mim.

Mas, neste momento fui chamado ao real,
Quando percebi estava sobre a minha mesa uma bela rosa.
Rosa que exala a fragrância da doçura da vida,
Senti a maciez das pétalas inconfundível.

Então logo fui acometido por uma angustia,
Uma espécie de tristeza e dor.
Talvez pela insolente distancia,
Ou pelo vazio que nos restou.

Mas a chama ainda arde,
A amizade sempre será viva.
E as flores estarão sempre lindas,
Como o esplendor do teu sorriso.

Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.