terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Enquanto tudo aqui acontece

Enquanto a chuva cai,
Meus pensamentos divagam.
Enquanto a saudade dói,
Meus versos logo viajam.

Enquanto o corpo sua,
Minhas fantasias disparam.
Enquanto viro rima,
Minhas vontades despertam.

Enquanto a noite se vai,
Minhas angustias se escondem.
Enquanto a tinta não sai,
Minhas palavras logo cessam.

Enquanto a manhã não chega,
Meus lábios seu nome sussurram.
Enquanto o Sol não apareça,
Meus medos aqui desapareçam.

Enquanto a madrugada não apaga,
Minha solidão se adormeça.
Enquanto o sereno não molha,
Minha raiva aqui dentro avassala.

Enquanto o edredom não me abraça,
Meus sonhos adormecem.
Enquanto essa agonia não se acaba,
Meus pensamentos descansem.

Enquanto tudo aqui acontece,
Minhas paginas vão sendo escritas.
Enquanto o dia não amanhece,
Minhas histórias vão sendo contadas.


Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.