terça-feira, 5 de abril de 2016

Vamos ver coração

Vamos ver coração,
Não seja vagabundo.
Esbanje-se de paixão,
Por tudo em segundo.

Vamos ver coração,
Não seja preguiçoso.
Expulsa de ti a solidão,
Para de ser manhoso.

Vamos ver coração,
Não desligue de tudo,
Não se permita ao chão,
Seja forte como um escudo.

Vamos ver coração,
Eu sei, está magoado.
Coração de sabão,
Que vive ai derretido.

Vamos ver coração,
Sei que está cansado.
De tanta decepção,
E por isso vive calado.

Vamos ver coração,
Não o quero sangrado.
Não se curve a traição,
Quero-o forte batendo.

Vamos ver coração,
Olhe para os lados,
Deixa fluir a emoção,
Nos abraços acalorados.

Vamos ver coração,
Não viva ai reprimindo.
Se solte na canção,
Deste poeta moribundo.

Vamos ver coração,
Seja ao menos meu amigo.
Chega de contradição,
Quero estar em paz contigo.

Vamos ver coração,
Chega de sentir dor.
De asas a imaginação,
E veja um novo amor.


Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.