domingo, 5 de junho de 2011

Sem medo de amar

Eu amo e não abro mão de amar
Eu sou forte no meu caminhar
Eu vivo e não me deixo enganar
Eu sempre vou loucamente te buscar
É aqui que suas lembranças vão ficar
É verdadeiro este meu sonhar
É só meu este jeito de te esperar
E não me importa quanto tempo levará.

Que as nossas bocas se entrelacem
Sem compromisso com o tempo
Que os nossos corpos se atraem
E na fonte do amor ir bebendo
Que os nossos olhar se encontrem
E os nossos desejos seja verdadeiro
Que nesta hora nossas mãos suem
E sem demora nos entreguemos um ao outro.

Sem magoa
Sem receio
Sem porquês
Sem cobranças
Sem barreiras
Sem dizer não
Apenas dizendo sim
Sem medo de amar.


Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.