segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Oitos motivos para nunca te abandonar


Por apesar de toda essa distancia
Que infelizmente existe entres nós
Você incrivelmente consegue fazer
Com que eu me sinta o ser mais amado
E por senti-me assim eu te digo
Você tem o dom de me fazer feliz.

Por saber que você já domina:
Meus sonhos, meus desejos,
Minhas manhãs, minhas tardes,
Minhas noites, meus sonos,
Minha razão de viver em pouco tempo
Enfim, você já domina minha vida.

Por descobrir que em você
Todos os meus sublimes sonhos
Toda essa minha capacidade de amar
Mesmo assim meio chato ciumento às vezes
Tudo que por muito tempo eu procurava
Tudo que um poeta procura uma poetiza-musa.

Por ter a certeza que nem que seja por um instante
Eu estou ai nos seus pensamentos te fazendo pensar
Que estou aqui tendo somente você nos meus versos
Compondo poesias para dizer o meu jeito de te amar
E assim se sentir mais pertinho de ser que é apaixonado
Pelo seu sorriso que faz das minhas manhãs radiantes.

Por todos os dias te-la aqui na minha tela mágica
Arrancando de perto de mim essa maldita solidão
Com esse seu jeito inocente de ser que me fascina
Dando vida a esse meu sofrido e atordoado coração
Sempre transbordando minha vida de pura magia
Amo estar contigo que até esqueço-me da obrigação.

Por ser parte de você e de sua vida
E tentar te dar o melhor de mim
Nos meus sinceros e tímidos carinhos
Sendo na minha simplicidade um fiel amigo
Acolhendo-te nos meus corridos dias
Realmente só me preocupando com você.

Por querer assim gritar
Ao mundo inteiro:
Sinceramente eu a amo,
E calado eu choro,
Eu grito no silencio,
Mas às vezes percebo
Que você não me escuta.

Por especialmente hoje
Ser um dia especial para nós
O dia em que as nossas vidas
Sem qualquer pretensão
Encontraram-se e unindo-nos
Hoje estamos fazendo oitos meses.

Oitos meses de namoro e cumplicidades
Paula meu docinho estes foram os oitos
Os oitos motivos para nunca te abandonar
E as noves estrofes de um singelo poema
Para te dizer com todo o amor que eu sinto
O quanto eu a amo e o quanto és importante
Na minha loucura de vida onde você é o sol.




Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.