segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Pega Pega

- Oi Jo.
- Oi Deusa,
 Riso de ambos.
- E ai, vamos sair hoje Jo?
- Sair? Sair pra onde Deusa?
- AH! Sei lá, vamos sonhar,
- Huuum, você quer sonhar né danada?
- É Jo, eu quero fugir disto tudo que me fere.
- Ah sim, sei eu entendo, mas como será Deusa?
- Que tal um pega pega hein? O que acha da ideai Jo?
- Tipo eu pego os seus sonhos e você os meus Deusa?
- É, se você entregar a mim todos os seus desejos Jo?
Quem sabe numa dessas curvas do tempo não construímos um castelo?
- Certo Deusa, só não pode ser de areia, nem ao menos de baralho viu?
- Não Jo, será de sentimentos sinceros no reino da compreensão,
Onde a rainha suprema a vossa majestade sabedoria nos acolherá
Na sua carruagem real a amizade conduzida pelo o amor e ai vai?
- Vamos sim Deusa, estou saindo daqui agora já já eu passo ai Deusa.

Autor: Joabe Tavares Souza - Joabe o Poeta.