segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Fragrância de ternura



Gosto deste seu doce sorriso,
Amo o seu jeito de me dominar.
Quero ter você aqui comigo,
Quero apenas te sentir me amar.

Gosto de te olhar nos olhos,
E num relance te sentir nua.
Gosto de tocar seus lábios,
E saborear sua ternura.

Quero te guardar em mim,
Para nunca, jamais te perder.
Gosto de sentir o seu amor em mim,
Para poder brincar com o seu prazer.

Quero no seu sorrir,
Contemplar a felicidade.
E nas suas verdades,
Como um louco me diluir.

Gosto de sentir seu cheiro,
E divinamente te rastrear.
Gosto de cerrar meus olhos,
E sentir a fragrância de ternura.

Pois quem só sabe cativar,
Realmente não sabe amar.
E os que não sabe buscar,
Realmente não sabe sonhar.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.