terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

O que eu sinto por você?



O que será que eu sinto por você?
Eu ainda não consegui descobrir,
Mas sei que é algo muito forte.
É muito entranho o que eu sinto,
Algo que transcende a minha poética,
Parece uma espécie de necessidade.
Uma vontade repentina de estar perto,
Mesmo que eu seja alguém invisível.
Não, eu realmente não sei o que é isso,
Culpa... Saudade... Ou... Não, isso não.
Não, se fosse, eu saberia... Ou não?
Perai! Pensando bem, é semelhante.
Não, não é. Não dessa forma.
Mas sabe, é algo que me arrebata,
Transladando-me com uma força
Que eu nunca senti antes e, é intensa.
Sabe, vou te confessar algo
Que talvez seja insignificante pra ti.
Mas não tenha medo algum disso,
Mas olhe, não tire conclusões precipitadas.
Me sinto fragilizado com esta falta sua,
E me causa uma angústia incessante
Quando me sinto assim, só, sabe?
Quando sinto apertar o meu coração,
Eu busco sua fotografia aqui na minha tela,
Pois é o que me restou de você.
E a toco levemente contornando seu rosto.
E caminho com o meu dedão do pé,
As linhas verticais e horizontais dele.
Lentamente vou observando os detalhes,
Pareço estar tocando sua pele
Com uma ternura inexplicável.
Sinto no meu dedão a suavidade dela.
É estranho eu sei, mas eu sinto.
E assim me acalmo já molhado,
Sim, molhado! Molhado de pranto.
Mas, logo, logo me recomponho
Para ninguém aqui notar.
E as lágrimas vão secando na minha pele,
Numa estranha sensação de dúvida.
Eu sei que sinto muito a sua falta querida
Porque você é importante na minha vida.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.