sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Este meu coração



Este meu coração,
Eterno apaixonado
Safado safado.

Um louco alucinado,
Que bate incessante
Porem vive calado.

Ah este coração,
Que nunca reclama
Sangrado sangrado.

Quer sempre amar,
Este meu doce coração
Que é o seu lugar.

Este coração carente,
Que grita ao vento
Cansado cansado.

Ah este meu coração,
Que não tem medo
E nem guarda segredo.

Este coração que encanta,
Que derrama desejo
Sofrendo sofrendo.

Ah este coração,
Que pula e bagunça
Este meu peito.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.