sábado, 15 de agosto de 2015

Seu perfume

Coração está carente,
A solidão aqui do lado.
Quero seu perfume,
Sentir na boca seu beijo.

Meus desejos acendem,
No deslizar suas curvas.
Os dedos sem ver tremem,
Ao desenhar suas linhas.

A mente só te procura,
Na escuridão da noite.
Ferve minha loucura,
No seu corpo quente.

Faço deste momento,
Uma linda eternidade.
Neste nosso mundo,
Cheio de cumplicidade.


Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.