sábado, 14 de janeiro de 2012

Declaração


Eu: Oi amorzinho bom dia!
Você está bem, como foi sua noite?

Paula: Estou bem, aahh... A minha noite?
Ela foi interminável e chato sem o meu poeta.
E obrigado por perguntar, e você?
Como passou a noite?

Eu: Eu? Eu este pobre poeta que a ama?
Este mesmo que dedica todos os seus versos a ti?
Poeta este que faz de ti a sua eterna musa
E que a tem como o seu mais belo poema
Sua fonte de pura inspiração?

Paula: É você mesmo meu poeta, como você está?

Eu:  Aahh se eu pudesse te contar como eu estou hoje?
E como são as minhas noites aqui.

Paula: Pode conta ué. Quero saber cada segundo da sua noite
Quero saber que sonhos povoa sua mente quando dorme?
Quero saber que eu estou presente no seu inconsciente
Quando cerra as suas pálpebras no sono noturno?
Quero também sabe que eu faço parte dos seus dias?
Enfim, quero apenas saber que sou importante na sua vida?
É só isso que eu preciso saber meu poeta.

Eu: esta bem eu te direi tudo o que quer saber
Hoje estou me sentindo pequeno
Diante da magnitude da importância
Que você assumiu na minha solitária e doida vida
E embora estejamos distante um do outro
E mesmo sem termos o contato visual
Mas ainda assim, você me faz acreditar
Que eu posso ser amado plenamente.

Paula: Não, Não tem que se sentir pequeno.

Eu: e o mais importante é que você me prova
E vem me provando que eu buscava isso
Em pessoas ditas normais
Que só brincava com os meus misério sentimento.

Eu: Ai você aparece na minha vida
E quebra todos os meus preconceitos
Me fazendo ver em você
Tudo o que eu tanto vinha buscando
Aaah... Minha vida eu sinto você aqui.



Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta

2 comentários:

  1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

    ResponderExcluir
  2. Amei obg meu anjo poeta TE AMO. Milhões de beijos

    ResponderExcluir