sábado, 11 de dezembro de 2010

AMOR DE MARESIA

Abri-me por inteiro para o mar
Lavei minha alma de toda dor
Deixei a onda simpremente banha-me
Levando para profundeza minha solidão
A lua se fez presente com seu véu
As estrelas cintilantes com seus brilhos
Entreguei-me a areia quente e fechei os olhos
E deixei minha mente criar asas
Buscando o meu desejo na sua imagem
Desenhada pelas estrelas no azul escuro celeste
Senti a força e o calor dos seus abraços
No envolver-me na areia me sentindo entregue
Aos seus delirantes e enlouquente carinhos
Tendo em mim os toques de suas suadas mãos
Arrebatando-me num orgasmo de sonhos
Tirando-me o mais profundo suspiro de amor
aahh!! Eu vivi você presente em mim
Nua como a brilhante lua no céu
Dominado todas as minhas emoções
E o mar ali presenteando todo louco
Como testemunho nupcial do amor
Amor a beira mar, amor de maresia.


Joabe Tavares Souza – Joabe o Poeta.