segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Estou chorando

Não, não escondo o meu amor
O meu jeito de te querer e te amar
De me sentir parte de você
De realizar em mim os seus sonhos
Muito menos de me render aos seus caprichos
Nas minhas delirantes loucuras
Não, não consigo mentir para mim mesmo
Pois te amar ainda que do meu jeito
Me faz feliz ou tristemente sofrer
Estou chorando sim por ama-te
Por fazer de ti a minha alegria de viver
A minha doce esperança de me sentir vivo
Por deixar em suas mãos a minha vida
E você o que me faz?
Ora me eleva aos céus com sua forma de amar
Demonstra todo seu desejo em loucuras
Dando sentido a essa minha sofrida existência
Ora como se eu fosse uma taça de cristal
Me joga ao chão restando apenas me refazer
Juntando a mim mesmo nos cacos espalhados
Com meus olhos transbordando em prantos
Por olhar em mim e não mais te ver
Por sentir que estou te perdendo
É por isso que estou chorando.

Joabe Tavares Souza – Joabe o Poeta.