sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

O meu amor é

O meu amor é
É sincero e real
É Chuva e neve
É frio e calor
É verso e rima
É sim e não
É sol e lua
É céu e mar
É inverno e verão
É orvalho e lagrimas
É sonho e desejo
É raiva e perdão
É raio e vendaval
É lampejo e trovão
É liquido e solido
É odor e perfume
É outono e primavera
É amigo e irmão
É enchente e furacão
É verdade e ilusão
É caricia e beijo
É dia e noite
É sempre e nunca
É cama e chão
É pé e mão
É sussurro e grito
É pagina e rabisco
É guitarra e violão
É casebre e mansão
É querer e loucura
É ar e fogo
É agressão e ternura
É paixão e encanto
É magia e sedução
É flores e estrelas
É história e conto
É o velho e o novo
É o fim e o começo
O meu amor
É tudo que eu busco
Nos seus negros olhos
O meu amor sou eu
Desenhado em você.


Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.