segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Os meus anjos e demônios

Os meus anjos:

Eles ficam ao meu redor.
Transbordam felicidade,
Não permite me ver tristes.
Eles aqui estão sempre.
Transpiram sensualidade,
Solidão aqui não existe.

Os meus demônios:

São todos os amores adormecidos,
São os gelos da escuridão.
São os meus sufocados desejos,
São as dores do coração.
São as inconstâncias destes medos,
É essa minha agitação.


Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.