segunda-feira, 27 de março de 2017

Carioca

Eu busquei ao longo deste dia,
Transforma-la em poesia.
Em verso ou em melodia,
Nem que seja em fantasia.

Deixei a minha mente te pesquisar,
Para que eu tivesse o que te falar.
Pus-me por hora a te analisar,
Para que eu tivesse o que falar.

Insistir em te desconstruir,
Sem nenhuma má intenção.
Na tentativa de apenas extrair,
Os segredos do seu coração.

Logo que assim descobri,
Comecei assim te desenhar.
A mente em palavras veio a abri,
E pude dessa forma rascunhar:

Em sua essência de mulher,
Guarda um sonho de menina.
Viajar pelo mundo sem medo do que vier.
Sendo soberana em sua vontade como ave de rapina.

Não lhe importa o tempo,
Nos lugares tem seus momentos,
Para se chegar ao topo,
Só precisa-se fugir dos tormentos.

E ser forte nas quedas,
Para do foco não se desviar,
Desabrochando as flores guardadas,
Sempre não tendo medo algum de amar.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.