terça-feira, 4 de janeiro de 2011

UM PRESENTE

Um embrulho enorme
Uma caixa dentro da outra
Com uma fita vermelha entre laços
Desmancha o contente
Cheio de esperança
Com uma sensação estranha de medo
E vai indo em frente
Abrindo uma após outra
Sempre extremamente ansioso
Um filme em sua mente
Passa como câmera lenta
Deixando o nervoso
Como se se estivesse
Dentro da escuridão de uma mina
A procura de um imenso tesouro
Para tudo de repente
Já cansado se senta
Solta um prolongado suspiro
Após alguns instantes
Volta a sua busca
Com muito mais instusiarmo
Mas os dedos começam adormecer
De tanto abrir caixa e laço desmancha
O fim de tudo vai logo se aproximando
Com isso o sentimento de alivio começa fluir
Mas ao mesmo tempo a agonia da curiosidade
Tomam dimensões cada vez maiores e mais fortes
Abrindo o ultimo embrulho aparece um envelope
E dentro do mesmo uma carta com apenas
Uma frase escrita com tinta de lagrima seca que diz eu te AMO,,,,,.

AUTOR; Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta /18/8/2007/.