terça-feira, 2 de abril de 2013

Eu te imploro



Não me envenene com suas artimanhas,
Tentando desqualificar os meus desejos,
Pois, ainda acredito na magia de amar.

Não transforme os meus sonhos em pesadelos,
Por que já estou cansado de ser acolhido,
Em seu belíssimo castelo de mentiras.

Não tente me enganar com suas receitas de ilusões,
Pois já me fartei de suas coloridas falsidades,
Chega de meias palavras carregadas de enganações.

Não tente destruir o que eu tenho de mais belo,
O prazer de ainda acreditar na paixão e no amor,
E buscar assim como qualquer ser humano a felicidade.

Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.