quinta-feira, 22 de julho de 2010

Joabe o Poeta

"TALVÊZ"




Talvez um dia eu vá para qualquer lugar.

Talvez eu morra.

Talvez não.

Talvez um dia me esqueçam, não faz mal.

Talvez um dia eu chegue lá, sempre com medo de cair.

Seguro-me no desejo de lutar pela vida.

Talvez alguém me diga sim.

Talvez não.

Talvez a vida me ensina como crescer e algum dia serei alguém, ou talvez não.

Talvez eu saia pelo mundo sem um rumo qualquer.

Em algum lugar vou parar.

Talvez eu serei o que nunca fui.

Talvez não serei ninguém.

Talvez serei alguém na vida, ou talvez não.

Talvez... Chega de tanto talvez.


Autor: Joabe Tavares de Souza. Data:/03/11/1993/ ás /20:45/hms