quinta-feira, 23 de setembro de 2010

"MINHA VIDA"

Já se foram duas décadas e meia de minha vida
Todo esse tempo em uma cadeira de fio
Sem se falar da cadeira de rodas
Talvez para vocês pareçam pouco tempo
Mas são mais de duzentos e dezesseis mil horas
É tempo o bastante para aprender muitas coisas da vida.

Aprendi a chorar.
Aprendi a sorrir.
Aprendi a sofrer.
Aprendi a amar.
Mas, não aprendi a esquecer.
Aprendi a sonhar.
Aprendi a buscar os meus ideais.
Aprendi a lutar pelos sonhos pela vida pela felicidade.

Sonhos que muitas vezes não são realizados
Aprendi a ficar calado Ganhei o dom
E o poder de falar e de escrever sobre meus sentimentos
E pensamentos todos eles sinceros e ás vezes ocultos
As vezes pequenos, mas, por ser sinceros
Tornam-se imensos e valiosos para mim.

Vivo sempre alimentando as esperanças de sentimentos
Simples como ser feliz e poder viver em harmonia com a vida
Fazendo aquilo que mais gosto
Que é falar do meu sentimento em forma de poesia
Ou até mesmo em forma de canção.

Como o exemplo que está no verso que fiz:
Apanhei da vida para aprender a lição
Aprendi a viver a vida e me levantei do chão
Faço da vida uma estrada cheia de pedras e buracos
Supero os buracos e deixo as pedras para traz
Fazendo da liberdade um momento de paz.

Este poema é uma reflexão,
que fiz quando completei meus 25 anos.

Autor: Joabe Tavares Souza - Joabe o Poeta.