quinta-feira, 27 de maio de 2010

Joabe o poeta

Mentiras
Quando eu te disse, te amo você acreditou?

Quando eu disse, que faria tudo por você, eu fiz?

Quando eu olhei para você, você viu?

Quando te desejei, eu a tive?

Disse que era capaz de te dar o céu, as estrelas
Até as águas do mar, te dei?

Quanta e quantas vezes sussurrei no seu ouvido
Dizendo te quero, eu a tive?

Quantas mentiras você me contou? nem sei.

Quantas vezes chorei por você
Rios de lágrimas derramei?

Sonhos e sonhos sonhei
Qual é a realidade?

Fui capaz de pensar em fazer a pior das besteiras da vida,
Você sabe?

Quanta vez te liguei, e nem uma resposta me deu.

Inúmero convite te fez, você aceitou?

Esqueci até de mim, para lembrar quem?

Fiz tantas brincadeiras, nem um sorriso obtive.
Quando estive em sua casa me recebeu?

Mandou o meu presente de natal?

Lembrou do meu aniversário?

E no ano novo?

Nem no dia dos namorados você lembrou?

Agora te digo a pior mentira da minha vida Te odeio!

Autor: Joabe Tavares de Souza. Data: 23/03/1996/ ás /23:43/hms.